Categories: Destaques, Editor, F-1, Fórmulas
Comments: No Comments
Published on: 2 de julho de 2015
Arquibancada da F-1 vazia: baixo interresse do público
Arquibancada da F-1 vazia: baixo interesse do público

Há várias semanas notícias – e boatos – vem num crescendo cada vez maior sobre mudanças inadiáveis que deveriam ser colocadas em prática, já para 2016, com o objetivo declarado de que se aumente a audiência e a fidelização dos fãs numa categoria – a Fórmula 1 – que estaria cada vez mais longe do que o público deseja.

Voltar a atrair fãs – mantendo os atuais e incluindo os novos – e trazendo agregado a isso uma maior cobertura televisiva e pela Web, é o centro de todas as especulações que estão rodando o Mundo nos últimos tempos.

Desde a Malásia, dirigentes, patrocinadores, fornecedores e equipes debatem uma série de ideias que tragam uma redução dos custos e uma melhora na atratividade do espetáculo. Os planos apresentados até aqui podem trazer uma redução entre € 16 e € 80 milhões (de Euros) por temporada (ou seja, uma redução entre R$ 47 e R$ 233 milhões) para cada equipe, dependendo das medidas que sejam realmente adotadas.

Nesta quinta-feira o Grupo de Estratégia da F-1 divulgou um comunicado que revela a intenção de se alterar radicalmente o formato do fim de semana de um evento da categoria – e que poderia ser implementado já para 2016.

O novo formato, em resumo, seria composto por DUAS corridas a cada etapa do Mundial da categoria:

  • o atual TL 3 (terceiro treino livre) seria convertido no classificatório – possivelmente sendo movido para as sextas-feiras, embora alguns prefiram acabar com todas as atividades desse dia;
  • haveria uma Corrida Classificatória nas tardes de sábado (com o grid sendo definido pelo classificatório);
  • finalmente a prova principal seria realizada nas tardes do domingo (com o grid definido pelo resultado da Corrida Classificatória);

Quem conhece outras categorias, principalmente o FIA WEC (o Campeonato Mundial de Endurance, da FIA), já sabe como isso funciona, já que o esquema é o mesmo já adotado à anos: nos sábados a Corrida Classificatória, de duração menor (talvez uns 60 minutos), com pontos sendo distribuídos, mas de valor menor, e aos domingos a Corrida Principal – o GP propriamente dito, como conhecido desde o início da existência da categoria – que distribuiria os pontos normalmente, como hoje.

A nota divulgada hoje declara que “Diversas empolgantes e inovadoras mudanças à classificação e ao formato dos finais de semana de corrida também foram discutidas e estão sendo avaliadas pela FIA e pela FOM para introdução já na temporada de 2016.”

Há duas semanas, quando foi disputado o GP da Áustria, o presidente da FIA , Jean Todt, já havia comentado sobre o assunto:  “O formato do fim de semana pode ser melhorado. Se deveríamos aumentar ou encurtar a corrida em dez voltas, é algo a ser debatido. Deveríamos fazer uma corrida curta no sábado? Por que não?”.

Mas temos que levar tudo isso com uma boa pitada de sal, pois quaisquer mudanças envolvem diversas questões logísticas e de negócios, como a venda das atividades para as empresas de televisão, bem como questões ligadas diretamente aos regulamentos técnico e esportivo. Além do mais, a proposta final ainda precisaria ser aprovada pelo próprio Grupo de Estratégia em uma próxima reunião, e pelo Conselho Mundial Esportivo da FIA.

Share this
No Comments - Leave a comment

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pesquisa Especial

Queremos saber sua opinião sobre o site SuperSpeedway. Para isso clique no link abaixo - é rápido, só 7 perguntas...

Pesquisa Especial - clique!

Drops de Notícias
Grupo PYPbr
Últimas Inclusões/Atualizações

Welcome , today is terça-feira, 17 de outubro de 2017